Relatório na PJ -Confirmados produtos dopantes na LA-MSS

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Relatório na PJ -Confirmados produtos dopantes na LA-MSS

Mensagem  Admin em Sab Jun 14, 2008 1:44 pm

Relatório na PJ
Confirmados produtos dopantes na LA-MSS



Primeiras análises às substâncias apreendidas na equipa de ciclismo à qual pertencia o "sprinter" Bruno Neves - que morreu a 11 de Maio, durante o Grande Prémio de Amarante -, seguiram para a PJ.
18:32 | Sexta-feira, 13 de Jun de 2008

As primeiras análises do Conselho Nacional Antidopagem (CNAD) às substâncias apreendidas junto da equipa LA-MSS confirmaram a existência de produtos dopantes e a Polícia Judiciária (PJ) já foi informada.

Fonte ligada ao processo disse hoje à Agência Lusa que um relatório do CNAD sobre os resultados das análises até agora efectuadas seguiu esta semana para a PJ, no âmbito da investigação sobre alegada prática de doping no seio da equipa da Póvoa de Varzim.

As análises laboratoriais confirmam as suspeitas anunciadas a 20 de Maio pela PJ, que, numa operação coordenada com o CNAD, apreendeu material alegadamente utilizado em práticas de doping na sequência de buscas nas instalações da equipa e nas residências de alguns elementos da LA-MSS, incluindo corredores e o técnico principal, Manuel Zeferino.

Contacto pela Agência Lusa, o presidente da Federação Portuguesa de Ciclismo, Artur Lopes, que se encontra fora do país, disse não ter conhecimento formal nem informal destes desenvolvimentos.

"Vou para Lisboa amanhã (sábado) e só então verei se há alguma informação proveniente do CNAD ou da PJ. Só então, a federação poderá tomar uma posição. Sei, no entanto, que o CNAD está interessado em resolver o assunto raptidamente", disse Artur Lopes, sublinhando que organismo pode não receber qualquer informação se, por exemplo, o processo estiver em segredo de justiça.

Na sequência da operação levada a cabo a 19 de Maio, em que a PJ suspeitava ter apreendido substâncias como hormona de crescimento e eritropoietina (EPO), entre outras, além de medicamentos variados, terão sido constituídos arguidos dois corredores.

O relatório que o CNAD enviou à PJ deve permitir desenvolvimentos na investigação que mantém a LA-MSS inactiva há mais de três semanas.

Depois de os principais patrocinadores - LA Alumínios, MSS Construções e Câmara Municipal da Póvoa - terem suspendido os contratos que sustentam os 850.000 de orçamento da equipa do Póvoa Cycling Club, a Federação Portuguesa de Ciclismo recomendou aos organizadores de corridas que não convidassem a LA-MSS.

Por outro lado, a Federação Portuguesa de Ciclismo suspendeu as licenças da LA-MSS por falta do obrigatório seguro de acidentes de trabalho, mas a equipa já contratualizou uma nova apólice e aguarda que as licenças sejam reactivadas.

Além disso, os patrocinadores da equipa vão reunir-se segunda-feira com a FPC, com a intenção de ficarem ao corrente de desenvolvimentos no processo para poderem agir disciplinarmente sobre eventuais culpados de práticas dopantes.

A equipa tem sete atletas portugueses - Afonso Azevedo, Rogério Batista, João Cabreira, Pedro Cardoso, Cláudio Faria, Bruno Pires e Tiago Silva - e cinco espanhóis - José Garrido, Pedro Romero, Xavier Tondo, Angel Vicioso e Constantino Zaballa.

O "sprinter" Bruno Neves era outro elemento do conjunto LA-MSS, mas morreu em 11 de Maio, durante o Grande Prémio de Amarante. O corredor sofreu uma queda violenta, mas os resultados preliminares da autópsia apontam para morte por causas naturais.


http://aeiou.expresso.pt/gen.pl?p=stories&op=view&fokey=ex.stories/344206
avatar
Admin
Admin

Mensagens : 207
Data de inscrição : 02/06/2008

Ver perfil do usuário http://vagadeliberdade.forumotion.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum