O fio que dá o nó sozinho

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

O fio que dá o nó sozinho

Mensagem  Admin em Dom Jun 15, 2008 1:41 am

Ciência
O fio que dá o nó sozinho

Investigador premiado pela criação de materiais usados em cirurgias
Alterar tamanho

Robert Langer já foi eleito pela ‘Time’ uma das 100 figuras mais influentes e colabora com o projecto MIT Portugal

“Um cirurgião precisa de espaço para coser. Mas se usar um fio capaz de se atar por si próprio basta uma pequena incisão”. Robert Langer falava durante uma das conferências que preencheram os dias antes da cerimónia do Prémio Millennium de Tecnologia, entregue quarta-feira, em Helsínquia. O investigador referia-se a um fio feito de um polímero com um nó largo que sob determinada temperatura imediatamente se fecha.
Langer, que a revista ‘Time’ já classificou como uma das 100 personalidades mais influentes de todo o mundo, está sempre a pensar em novos caminhos para investigar. Este americano de 60 anos venceu a edição de 2008 daquele que é considerado o Nobel da tecnologia, também pelo dinheiro envolvido. O valor de 800 mil euros para o vencedor é financiado pela Fundação do Prémio Millennium, um fundo independente criado pela indústria finlandesa, tendo como parceiro o Estado finlandês. O objectivo, segundo os organizadores, é distinguir inovações que tenham grande impacto na qualidade de vida e bem-estar ou no desenvolvimento sustentado.
Os trabalhos de Langer são muito diversificados, mas foi principalmente a criação de biomateriais inovadores que levaram à sua escolha. Estes biomateriais são usados na regeneração de tecidos como no fabrico de pele artificial e vasos sanguíneos. Além disso, têm tido um grande impacto no tratamento de cancro, nas doenças cardiovasculares e noutras patologias os dispositivos criados com estes materiais compatíveis com o organismo humano, pois permitem administrar medicamentos de uma forma muito mais eficiente, com dosagens personalizadas e atacar de forma mais precisa certas infecções, por exemplo, directamente nos ossos.
Professor do conceituado Massachusetts Institute of Technology (MIT), Robert Langer começou por se licenciar em engenharia química mas, para grande espanto dos seus pares que nos anos 70 encontraram grandes empregos nas petrolíferas, sentiu um enorme apelo pela vida no laboratório, numa área distante como a medicina. Desde então tem tido uma carreira promissora também como homem de negócios. As suas descobertas deram origem a 600 patentes desenvolvidas e comercializadas por mais de vinte empresas que ajudou a criar. Mais um galardão a somar ao Prémio Príncipe das Astúrias de Espanha conquistado no início do mês.
Langer é um dos investigadores envolvidos na parceria do MIT com Portugal. O adesivo que copia as propriedades da pele do lagarto geco, um dos trabalhos mais mediatizados recentemente, nasceu desta colaboração entre os dois países. “Estamos a desenvolver projectos conjuntos na área da bioengenharia de células estaminais e na criação de polímeros biodegradáveis”, esclareceu o cientista ao Expresso, confessando que participa sobretudo por videoconferência.
Este ano pela primeira vez foram seleccionados quatro finalistas, entre os 99 concorrentes ao Prémio Millennium. O britânico Alec Jeffreys desenvolveu uma técnica que permite apurar a impressão digital do ADN, que nos identifica como indivíduos únicos. O americano de origem italiana Andrew Viterbi é o autor do algoritmo com o seu nome, sem o qual as comunicações sem fios, por exemplo o telemóvel, não seriam possíveis. O trio formado pelo francês Randy Giles, o britânico Emmanuel Desurvire e o norte-americano David Payne conseguiu que a fibra óptica se tornasse no excelente meio de comunicação que é.
É a terceira vez que este prémio bianual é atribuído. Em 2004, venceu o criador da linguagem que serve de suporte à Internet, a WWW, o britânico Tim Berners-Lee. Dois anos depois, ganhou o japonês Shuji Nakamura, inventor dos LED, uma luz intensa e de baixíssimo consumo usada na iluminação e nos ecrãs de última geração.
(A jornalista viajou a convite da Associação da Indústria Finlandesa)
Alda Rocha

http://aeiou.semanal.expresso.pt/1caderno/pais.asp?edition=1859&articleid=ES294204
avatar
Admin
Admin

Mensagens : 207
Data de inscrição : 02/06/2008

Ver perfil do usuário http://vagadeliberdade.forumotion.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum