Futebol ou a arte do pontapé na bola

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Futebol ou a arte do pontapé na bola

Mensagem  Admin em Sab Jun 21, 2008 8:26 pm

Uma pequena grande ideia para esta semana
Futebol ou a arte do pontapé na bola





Eduardo Barroso, Director do Serviço de Cirurgia e Transplantes do Hospital Curry Cabral, é um fervoroso entusiasta de desporto. Em particular, de futebol. Mais concretamente, do Sporting. O veterano cirurgião admite sofrer sempre muito quando a equipa de Alvalade vai a jogo.


À conta da sua paixão já viveu alguns insólitos. Como o que aconteceu em Setembro de 1992 quando o jogo Sporting-Benfica coincidiu com o dia em que fez o seu segundo transplante hepático. Como foi? Resignou-se com a má sorte e operou desligando-se da partida futebolística, até o enfermeiro-chefe irromper a meio do bloco operatório para gritar: «Ó senhor doutor. o Sporting marcou um golo…» O gosto de Eduardo Barroso pelo desporto nasceu cedo. Aos 15 anos começou a jogar futebol no Colégio Moderno, como ponta-de-lança. Pelo que conta, era um atleta com muito talento, sobretudo com um bom arranque. «Cheguei a ter dois convites para jogar futebol profissional, para o Oriental, que na época estava na Primeira Divisão e para a Académica de Coimbra. É a grande frustração da minha vida. Não ter chegado a jogador profissional da Primeira Divisão.» O pai é que não viu com bons olhos a possibilidade de o filho prejudicar os estudos em medicina - onde se destacou pela excelência - em prol da bola. Ainda chega a jogar no Sporting de Cuba e, já com 30 anos, integrou a equipa do Ericeirense. «Arrumei as botas porque certo dia tinha estado de banco no hospital, fui jogar sem dormir, a lama era tanta e eu estava tão cansado que falhei um golo incrível e nas bancadas ouviram-se berros ‘Tirem o médico!’», recorda. Aos 59 anos, diz-se adepto do desporto de bancada. «Fumo charuto. Treino as bochechas, os músculos da cara e os lábios», graceja. Para depois emendar. «Devia preocupar-me, mas não o faço. Só gosto de desporto de competição.» Apesar de não vibrar com a Selecção Nacional da mesma maneira como vive os jogos do Sporting, deixa o conselho: «Nunca simpatizei com o Scolari. Ainda bem que ele saiu. Era apenas bom em ‘marketing’. Para o lugar dele deveria ir o Manuel José, um homem sério, culto, sensível e justo.»

SABIA QUE…

O futebol foi o segundo desporto colectivo a entrar oficialmente nos Jogos Olímpicos, em 1908. É o torneio mundial mais imprevisível, com medalhas ganhas por países como Japão (bronze em 1968), Gana (bronze em 1992), Nigéria e Camarões (ouro em 1996 e 2000, respectivamente). Só em 1996 o torneio feminino foi introduzido nos Jogos Olímpicos.


http://aeiou.semanal.expresso.pt/unica/tema.asp?edition=1860&articleid=ES294374
avatar
Admin
Admin

Mensagens : 207
Data de inscrição : 02/06/2008

Ver perfil do usuário http://vagadeliberdade.forumotion.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Futebol ou a arte do pontapé na bola

Mensagem  Rui Aguiar em Dom Jun 22, 2008 12:27 am

Eduardo Barroso não é só um grande Sportinguista. É, talvez, o melhor cirurgião de transplantes hepáticos europeu e entre os 3 ou 4 do mundo. Um homem que muito prezo.
avatar
Rui Aguiar

Mensagens : 135
Data de inscrição : 04/06/2008
Idade : 74
Localização : Cascais

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum